Postado por: Marcelo Herondino Cardoso julho 25, 2010

Antes de qualquer coisa, quero deixar claro que esse post não tem a função precípua de criticar, mas sim alertar a administração do Avaí sobre pontos básicos do relacionamento com o seu cliente que podem melhorar, com algumas medidas administrativas simples. Por que do jeito que está, sinceramente, tem que querer muito para não desistir da associação.

Pois muito bem: apesar dos valores altos praticados, resolvi hoje pela manhã finalmente me associar ao Avaí. Pensei bem e concluí que os pontos positivos superam as deficiências, ao menos no meu caso particular, senão vejamos:

1 - Estou morando a aproximadamente 500 metros da Ressacada, logo não pego fila, posso sair de casa poucos minutos antes do jogo e logo após seu final estou de volta;

2 - Com a proximidade, os jogos pela TV tem uma desvantagem: o atraso na imagem faz com que eu ouça o grito de gol da torcida "ao vivo" alguns segundos antes do gol ser mostrado na TV, de modo que parece que estou sempre assistindo ao videotape das partidas;

3 - Consegui um parceiro indiscutível: meu filho de 9 anos começa a se empolgar com o Avaí e eu apreciaria muito que ele gostasse do time do mesmo jeito que eu passei a gostar quando tinha a idade dele: assistindo aos jogos no estádio;

4 - O Avaí passa indiscutivelmente a melhor fase de sua história, de modo que seria um desperdício não assistir a isso de perto.

Pois bem, tomada a decisão, entrei no site do clube e escolhi a opção "associe-se agora". Minha preferência era no setor D, mas fiquei frustrado ao ver que as poucas e únicas cadeiras disponíveis ficavam nas primeiras filas, bem perto do gramado, e isso não era o que eu buscava. Poderia ter parado ali, mas como moro próximo resolvi dar um pulo na Ressacada para conferir "in loco" a situação. Com sorte, talvez alguém tivesse cancelado e o site estivesse desatualizado.

Me dirigi à Secretaria, aproximadamente às 13h30 de hoje (sábado). Como estava vazia, fui atendido de pronto. A menina, muito atenciosa, logo achou duas cadeiras vagas na fila V, bem lá no alto.

ERRO NÚMERO UM: Estranhamente, o site só mostra até a fila S, ou seja, nada menos que SETE filas de cadeiras não aparecem para o cidadão que tenta se associar via internet. Se eu não tivesse ido ao estádio, não teria descoberto isso. O Avaí teria perdido o novo sócio.

Tendo escolhido as cadeiras, pedi à atendente que então procedesse à minha associação. Nesse momento, ela me informa que esse procedimento não era feito ali, mas na sala ao lado(?). Mais que isso, que eu precisaria de um comprovante de residência, RG e CPF e ainda a certidão de nascimento do meu filho. Sem isso em mãos, ela me garantiu, não poderia me associar.

ERRO NÚMERO DOIS: Se eu morasse longe, obviamente não iria buscar os documentos e o Avaí provavelmente teria perdido dois novos sócios. Ora, ela tinha que dar um jeito de me associar ali, na hora, sem deixar que um possível novo cliente escapasse assim, por entre os dedos. Estrategicamente, deveriam ter feito a associação e eu que providenciasse os documentos mais tarde. Mas não, praticamente me mandaram embora.

Mais uma vez, como moro perto, fui em casa e providenciei os documentos. Me dirigi à famosa "sala ao lado", sendo mais uma vez atendido diretamente. Informei que gostaria de me associar, escolhi as cadeiras que desejava e fiz a associação. Detalhe: em nenhum momento a moça me pediu QUALQUER DOCUMENTO, dei as informações "de boca".

ERRO NÚMERO TRÊS: não parece haver qualquer comunicação entre os setores. Se os documentos eram obrigatórios, por que cargas d'água ela nem mencionou isso?

Isso tudo sem contar que as meninas (eram umas 5, no total) estavam completamente perdidas e sem saber o que estavam fazendo. Depois de várias tentativas, felizmente ela conseguiu nos cadastrar e emitir a carteirinha. Já estava quase saindo quando resolvi perguntar: "o novo sócio não ganha nada além da carteirinha?". Elas soltaram um "ah" de surpresa e me pediram para esperar, quando foram buscar um "kit de novo sócio" contendo dois adesivos, um porta cartão, uma agenda e as duas últimas edições da revista do Avaí.

ERRO NÚMERO QUATRO: Como é que elas esquecem de me oferecer de cara o tal "kit"? Que relacionamento é esse em que o cliente precisa lembrar dos seus direitos?

Por fim, consegui a associação, mas confesso que foi uma experiência deprimente. A imagem que passou foi do mais puro amadorismo, como se o Avaí estivesse me fazendo um grande favor ao me deixar ser sócio.

Podem até me chamar de comodista, mas o Avaí está em condições de desprezar os torcedores comodistas? Que empresa é essa que espanta seus virtuais clientes? Que empresa é essa que faz força para que dois futuros sócios vão embora e desistam de se associar? Quantos torcedores devem ter desistido? Agora entendo porque os setores de atendimentos avaianos estão sempre lotados de gente irritada. Não é pra menos, com esse tipo de atendimento.

Tomara que alguém com acesso à administração avaiana leia esse relato e tome as providências devidas. Fica o conselho: coloquem pessoas mais comprometidas e com iniciativa na linha de frente, no atendimento ao público. Quem for mal humorado ou não for ágil e esperto o suficiente, que vá fazer trabalhos burocráticos. É triste ver meu clube agindo de forma tão ingênua e amadora...

Sistema de comentários Disqus

- Copyright © vidAvaí - Skyblue - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -