Postado por: Marcelo Herondino Cardoso julho 14, 2010

Acabei falando o dia inteiro de assuntos "policiais" e nada disse sobre o Avaí, que é o assunto principal do blog e entra em campo daqui a pouco no Morumbi.

Na verdade, não há muito o que dizer nesse momento. O "Avaí do Lopes" ainda não foi mostrado, ainda não sabemos qual a postura do time. O que vimos na Copa da Hora não dá para usar como base para qualquer avaliação. Graças a Deus, diga-se de passagem. Um amontoado de jogadores correndo alucinados para onde quer que a bola fosse. Olhando aquilo, me senti na Copa do Mundo ao jogar minha pelada semanal no Internacional do Carianos. Coisa horrorosa!

Confesso que torço para, ao menos, termos nessa noite uma postura mais corajosa do que tinha o "Avaí de Chamusca". Eu já estava convicto de que perderíamos 18 das 19 partidas disputadas longe da Ressacada, em função do medo com que entrávamos em campo. Só não perderíamos as 19 porque achamos um empate sabe-Deus-como em Belo Horizonte.

Mas os tempos são outros e, mais do que um bom resultado hoje à noite, eu espero ver um time com cara de time, não um "amontoado" como estávamos nos acostumando a assistir. Mesmo que a vitória não venha, quero ver um Avaí pra cima, jogando futebol. Prefiro um time que me dê esperanças de um futuro melhor (como era no início do brasileirão 2009, quando mesmo na lanterna víamos um bom time) do que um time que acumule poucos - e falsos - pontos para depois despencar naturalmente.

A hora é essa. Vamos lá Avaí, mostrar a eles quem somos. Eu ainda acredito. E amanhã volto com comentários sobre o jogo, o esquema, o posicionamento, a postura... tudo que eu enxergar logo mais. Nos "vemos" amanhã então!

Sistema de comentários Disqus

- Copyright © vidAvaí - Skyblue - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -